Social Icons

twitterfacebookShalomvaticanorss feedemail

25 de agosto de 2016

Quando o sofrimento bater à tua porta...




Quando o sofrimento bater à tua porta, Deus te dê a graça de acolhê-lo como quem recebe um parente distante, sem nenhuma intimidade, mas cheio de solicitude pela obrigação imposta e mais ainda por força do laço que tens com quem por ti abraçou a dor da cruz. 


Recebe-o sem resistência e sem muita cerimônia, mas com a serenidade e simplicidade de uma Mãe, que sempre encontra espaço em sua casa e em seu coração para quem chega sem avisar. 


Desfaz teus planos já traçados, teus conceitos bem elaborados e deixas que este hóspede te modele, te amoleça, te mude para melhor. Deixe que ele te torne mais lento para julgar, mais humilde para perdoar e menos dono da razão. Deixe que ele se acomode, te esvaziando de tanta coisa desnecessária, que ficou amontoada em tua memória, empoeirando o teu coração.


Se ele trouxer o frio da solidão, confia Naquele que não te abandona e fica feliz não por quem não permaneceu, mas por aqueles que tu não esperavas que estivessem tão junto a ti. Se ele vier com a inutilidade, redescobre quem realmente és com a força da fé que mesmo escura, põe tudo às claras. 


Se vier pela doença, experimenta na tua imensa fragilidade toda a força do Teu Deus. Se vier como saudade, alimenta a certeza do reencontro no céu. Não avise a ninguém que ele chegou, não faça alarde, o silêncio afastará e aproximará quem realmente se importa. 


Se ele te incomodar demais, não desiste. Quando ele te prova, conheces realmente o porquê da tua luta. Só com ele descobrirás o sentido, a meta, o alvo e aquilo pelo qual desejas permanecer vivo.  Muitos morrem sem saber o motivo pelo qual vivem, risco que jamais corre quem a dor abraça com coragem. 


Se o sofrimento for longo demais, ganharás dobrado em paciência. Ele te dará óculos adequados para enxergar quem também sofre e a tua aparência será bela como a de quem te fez.


Aos poucos, o hóspede indesejado terá em ti cativado valor inestimável de gratidão e louvor, pelo grande legado de humanidade e de redenção que a cada visita ele te deixou. Herança tão fecunda que te fará crescer à estatura do verdadeiro Amor.


Se o sofrimento bater à tua porta, que Deus te dê a graça de recebê-lo como quem recebe a chance de recomeçar. Um dia, ele vai embora e à tua porta, novo caminho se abrirá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade de seus autores e as consequências derivadas deles podem ser passíveis de sanções legais.
- O usuário que incluir em suas mensagens algum comentário que viole o regulamento será eliminado e inabilitado para voltar a comentar.